Paris vai a Floresta: Fontainebleau

Posted By Isabel Brossolette Branco on out 29, 2010 in Comer & Beber


Share

Chateau de Fontainebleu

Num fim de semana ensolarado, visitar a região da floresta Fontainebleau é uma opção bem gostosa e não muito distante. O conhecido Triangle d’Or da região se refere às 3 cidades: Fontainebleau, Barbizon e Milly-La-Forêt.

O Château de Fontainebleau construido há mais de 700 anos foi a residência de vários monarcas, entre os quais François 1er (séc. XVI) e Napoleão (séc. XIX). Este castelo é conhecido por suas escadarias que estão na chamadaCour des Adieux”, onde Napoleão fez suas despedidas quando partiu para a ilha de Elba. O Château teve vários de seus aposentos redecorados, mas a última novidade é que suas dependências vão se transformar em hotel !

Se quiserem almoçar em Fontainebleau, as boas pedidas são o Bistrot 9 (9, rue de Montebello – Tel.: 01 64 22 87 84), simpático, charmoso e come-se bem, e Au Bouchon de Bleau (32, Rue de France Tel.: 01 64 22 30 99). O hotel bacana da cidade é o Aigle Noir, um 3 estrelas confortável e agradável em pleno centro.

Porém, pode ser uma opção de ir direto à Barbizon, o “Village des Peintres“, que inspirou vários artistas no final do séc. XIX: a École de Barbizon, com Théodore Rousseau, Jean-François Millet e Jean-Baptiste Corot, e os Impressionistas com Claude Monet e Alfred Sisley. Posteriormente, foi frequentada por escritores como Georges Sand, Apollinaire, Colette e  Zola. Nesse caso, nossa sugestão é  almoçar no Le Relais (2, avenue Charles de Gaulle, Tel.: 01 60 66 40 28), no terraço do Angelus (31, Grande Rue – Tel.: 01 60 66 40 30) ou comer mariscos no L’Atelier La Pléiade (21, Grande Rue – Tel.: 01 60 66 40 25).

Para aqueles que queiram passar o fim de semana, o hotel  é o Hôtel du Bas-Breau, um Relais-Châteaux que merece uma renovada, mas cujo restaurante é gastronômico. Os mais aventureiros podem ir escalar os conhecidos rochedos da Floresta de Fontainebleau, a maior da França. Nesse caso, ir nas Gorges de Franchard e seguir os caminhos em função de seu nível e do tempo (os GR – Grande Randonnée), já que mesmo alpinistas confirmados fazem seus treinos nessa região. Para finalizar, ir a Milly-le-Forêt e visitar a recém-aberta Maison de Cocteau.

rochedos de Fontainebleau

Fontainebleau: www.fontainebleau-tourisme.com
Château de Fontainebleau: www.musee-chateau-fontainebleau.fr
Barbizon: http://www.barbizon-tourisme.fr
Maison de Cocteau, Milly-la-Forêt: www.jeancocteau.net

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »