Cultura


A catedral de Notre-Dame recebe 13 milhões de visitantes por ano. No entanto, poucos sabem pequenas coisas sobre ela. A pedidos, vou contar uns segredos menos conhecidos para quem vier visitá-la.

A coroa de espinhos de Cristo está em uma das capelas. Tinha sido transferida de Jerusalém para Constantinopla, até ser comprada por Luís IX, o Saint Louis. O rei a trouxe para Notre Dame, descalço e sem sua elegância real, em 19 de agosto 1239. Se você quiser ver essa mais valiosa relíquia da catedral, ela pode ser vista a cada primeira sexta-feira do mês, às 15h, às sextas-feiras da Quaresma às 15h e na sexta-feira santa das 10h às 17h.

O famoso escritor Victor Hugo (não é aquele que faz bolsas) impediu sua destruição durante a revolução francesa. As estátuas dos reis foram decapitadas e a catedral até virou um armazém. Queriam destruir e vender as pedras! Mas o romance Notre Dame de Paris, escrito pelo autor em 1831, reavivou o interesse na Idade Média e da catedral. Ela será restaurada por Eugène Viollet-le-Duc, que ainda acrescenta uma seta e uma estátua dele no telhado. Boa visita.

Read More
Seguindo Seguin

Seguindo Seguin


Posted By on fev 3, 2017

Vamos falar um pouco de cultura essa semana e de uma grande novidade que vai acontecer.
No Sena, a Ile de Seguin já foi, depois do fim da usina automobilística Renault, um centro de discordia entre vários investidores e o governo. Mas agora, será um centro cultural e artístico que vai ser construido. Ele inclui um espaço para exposições, um cinema multiplex e um hotel com 220 quartos onde cada um vai abrigar uma obra de arte de um artista francês.

O centro de arte vai apresentar a coleção do patrimônio da Renault e colaborações com a Fundação Giacometti e a Fundação Gandur fazem parte do programa. No outro extremo da ilha, “O Seine Musical”, será construído no antigo local da usina, com um auditório com mais de 1.000 lugares e um enorme a auditório que abre suas porta na primavera, na a forma de um enorme “ovo” em vidro projetado pelo arquiteto japonês Shigeru Ban.Uma ótima novidade cultural para Paris!

Read More

Cada temporada de moda é difícil escapar à questão do código vestimentar quando a roupa vira escândalo. TENUE CORRECTE EXIGÉE, QUAND LE VÊTEMENT FAIT SCANDALE é  um convite a rever os escândalos na história da moda desde o século XIV até nossos dias. Uma exposição original com cerca de 300 peças de vestuário e acessórios, retratos, caricaturas e pequenos objetos que quebram códigos e valores morais. Vestido para homens, calças femininas, smoking para mulheres tudo que marcou uma ruptura com convençōes.

Desde a Bíblia as roupas estão intimamente relacionadas com o pecado original. Adão e Eva viviam nus, levando uma vida de prazeres, e com uma folha começou a idéia de pudor. Na Idade Média as regras em vigor impostas para se vestir são muitas: batismo, comunhão, casamento e luto ou festa. Há também regras de vestuário que se aplicam ao poder do povo como o retrato de Marie Antoinette vestida com uma camisa que fez um tal escândalo e teve que ser substituído por outro em um vestido mais convencional. A política contemporânea também tem seus exemplos como a gola Mao, usado pelo ministro Jack Lang em 1985 para a Assembleia Nacional desenhada por Thierry Mugler

O aparecimento de moda unissex 1960, com as mulheres se apropriando do guarda-roupa masculino: chapéu, casaco, calças também está na exposiçāo. As precursoras desta “androginia” surgiram no século XVII com as aristocratas inglesas que gostavam de vestir roupas do sexo masculino. Marlene Dietrich e seu smoking, Gabrielle Chanel que contribuiu a masculinisar a silhueta feminina. Elsa Schiaparelli e Yves Saint Laurent validam definitivamente a entrada das calças no vestiário feminino. No entanto, so foi em 2013 a revogaçao do decreto do Acto de 1800 que permitiu oficialmente as mulheres a usá-lo em todos os momentos! Por seu lado, os homens também adotaram roupas femininas como a saia criada por Jean Paul Gaultier, e que hoje ja se banalisan em coleções de jovens designers.

O Desafio do excesso se percebe nos saltos vertiginosos, penteados do século XVIII; no muito transparente, no muito decotado, no muito justo, no muito rasgado, nas mini-saias de Mary Quant, criaçoes de André Courrèges, Pierre Cardin e Paco Rabanne.  Casacos de peles e penas foram objetos de vários escândalos no século XVIII, quando uma pessoa usa o animal como ornamento.

A exposição termina com roupas, que desde 1980 a 2015, foram manchetes de revistas. Estes incluem, entre outros, a coleção (primavera/verão 2000) de John Galliano para a Dior que foi inspirada nos mendigos ou mais recentemente; a coleção de Rick Owens (primavera/verão 2015) revelando a anatomia masculina.

“Como devo me vestir? As escolhas de roupas e o que elas revelam sobre valores e tabus. Como consultor de estilo, eu mesmo, não poderia deixar de aconselhar essa exposição à vocês! No Museu de Artes Decorativas, ao lado do Louvre, até dia 23 de abril.

Tenue correcte exigée : Quand le vêtement fait scandale
Musée des Arts décoratifs
107, rue de Rivoli
75001 Paris

Read More

cattelan1cattelan2cattelan-4cattelan-3

Irreverente, espirituoso, provocador e cínico. Maurizio Cattelan não deixa ninguém indiferente às suas obras como o Papa Joao Paulo II atingido por um meteorito ou o Hitler de joelhos. Ele escolheu Paris para sua exposição e os majestuosos salões do século XVIII da Monnaie de Paris como cenário para essa amostra. Uma seleção de obras fantástica e cada escultura tem o seu lugar particular para provocar o impacto que merece. Não perca até dia 8 de janeiro.

Maurizio Cattelan – Not Afraid of Love
Monnaie de Paris 11, Quai de Conti – 75006 Paris
www.monnaiedeparis.fr

Read More

herb-ritts-1 herb-ritts-3herb-ritts-4herb-ritts-5herb-ritts-7

Parece até que sou sponsorizado pela Maison Européene de la Photographie, tanto eu escrevo das exposiçōes que lá acontecem! Mas é que são boas mesmo e o museu pequeno, fácil de se visitar é muito agradável.
Se a fotografia com  moda e Hollywood dizem qualquer coisa ao seu interesse, então não deixe de ver a exposição de californiano Herb Ritts. Um show! Sua paixão por grandes espaços abertos, oceanos, desertos como fundo para seus famosos clichés realmente funcionam e seduzem. A luz é o elemento que caracteriza a fotografia de Ritts, ícone dos anos 80 e 90, e uma foto sua é facil de reconhecer. São mais de cem tiragens, incluindo a mítica foto de Richard Gere que lançou a carreira de ambos como um foguete. Mas tem também Madonna, Jack Nicholson, Africa, top models e videos. Bom momento garantido!

Herb Ritts – En Pleine LumièreAté dia 30 de Outubro
Maison Européene de la Photographie
5 rue de Fourcy 75004 Paris

Read More
DIA DO PATRIMONIO

DIA DO PATRIMONIO


Posted By on set 16, 2016

jep-2016

O grande evento cultural da volta das férias acontece amanhã e domingo dias 17 e 18 de setembro. São as Jornadas do Patrimônio que desde 1984 refletem o interesse público na história dos lugares e edifícios que muitas vezes não se podem visitar fora dessas datas anuais. No programa: passeios temáticos, shows, concertos e workshops.

Cerca de 1500 lugares participam do evento: casas, instalações industriais, igrejas, lugares icônicos, criações arquitetônicas, claustros, pátios privativos … Enfim, monumentos que abrem suas portas, gratuitamente, para o deleite dos curiosos de todos. É só sair por Paris e entrar por todas as portas abertas.

Algumas dicas:

COUR DE L’ANCIENNE CHAPELLE DE LA CONFRERIE DES ORFEVRES
15 rue Jean-Lantier 75001 Paris. Construída em 1355, apenas alguns vestígios permanecem da antiga capela.

MINISTÉRIO DA CULTURA E COMUNICAÇÃO/ PALAIS ROYAL
3, rue de Valois 75001 Paris
Herança do cardeal Richelieu, o Palais-Royal foi a residência do jovem Louis XIV, e os príncipes da Casa de Orleans, e, finalmente, de Jerome Bonaparte. Abriga agora quatro instituições: o Ministério da Cultura e da Comunicação, o Conselho de Estado, o Conselho Constitucional e da Comédia Francesa.

HÔTEL DE BOURVALLAIS – MINISTÈRE DE LA JUSTICE
13, place Vendôme 75001 Paris

LE GRAND REX
1, Boulevard Poissonnière 75002 Paris
Inaugurado em 1932 e construído pelo arquitecto Auguste Bluysen continua sendo o maior cinema na Europa. Inspirado no famoso Radio City Music Hall de New-York na idéia de dar a Paris um cinema com dimensões extraordinárias: ela pode acomodar mais de 5000 espectadores em uma área de 2000 m2, com um teto de pico mais de 30 metros,  que representa um céu estrelado brilhante.

ARCHIVES NATIONALES
60, rue des Francs-Bourgeois 75003 Paris
Os Arquivos Nacionais estão num prédio lindo e cheio de historia qua vale a pena visitar.

HÔTEL DE VILLE DE PARIS
Prefeitura de Paris
3, rue de Lobau 75004 Paris
Reconstruído  após o incêndio de 1871 e inaugurado em 13 de Julho 1882, de estilo neo-renascentista é o coração de Paris com um conjunto de salões suntuosos e quartos reservados para o trabalho dos funcionários eleitos do município.

HOTEL SULLY
62 rue Saint-Antoine 75004 Paris
O Hotel de Sully é uma mansão de estilo Louis XIII construído entre 1625 e 1630 pelo arquitecto Jean Androuet Hoop que abriga a sede do Centro de Monumentos Nacionais.

Bom, a lista é enorme! Escolha o seu programa no link:journeesdupatrimoine ou saia a pé e aproveite!

Read More
Página 1 de 83123