Compras


 

O PARIS RDRG participou com a exposição do Brasil em 2013 sob o comando da eficaz Helen Kupfer do Paris Mania, amiga nossa e uma das curadoras do evento no Le Bon Marché. Depois do Brasil e Japão a loja de departamentos mais chic de Paris recebe as marcas mais emblemáticas da Itália. Moda, beleza, design, arte, esporte e gastronomia na exposição “La Famiglia Rive Gauche”.

Mais de 200 marcas, e em cada andar, um universo diferente a ser descoberto com muita moda, acessórios, produtos de beleza, bicicletas, louças, objetos e brinquedos sob as instalações do artista Edoardo Tresoldi.

Na La Grande Épicerie, a parte de alimentação com molhos, dôces, massas e restauração preparada no Pasta Bar. E Como o café é uma tradição forte na Itália, o Bon Marché oferece uma experiência única de imprimir o seu retrato na mousse cremosa de um « café latte ». O barista cuida de reproduzir sua foto no café.

A outra idéia divertida é da « Tote-bag » customizável com o brasão de família. Você desenha eles imprimem! Até 22 de outubro com direito a degustações e diferentes workshops de moda.

Le Bon Marché – La Famiglia Rive Gauche
24 Rue de Sèvres, 75007 Paris, France

Read More

Adoro papelarias, não sei porque, mas adoro. Abriu uma nova no Marais que é um show, la na linda rue du Trésor e se chama Mark’s Style. Uma concept paper store japonesa que abre sua primeira loja em Paris, mas conhece muito sucesso no Japão. A marca mistura artigos contemporâneos com o tipicamente nipônicos e funciona bem com muito design e artigos de papelaria ultra-modernos ou super tradicionais, milhares de canetas, artigos de decoração para a casa e acessórios…. muita coisa para se divertir olhando.

No subsolo o melhor: Uma cave de sakés e whiskies japoneses. Acho que isso explica porque eu não gosto de fazer papel feio!

Mark’Style
6, rue du Trésor – 75004 Paris

Read More
Hora de Classe

Hora de Classe


Posted By on jan 15, 2017

Um homem pode pecar em tudo mas se tem um belo relógio e um bom par de sapatos já tem chances de se salvar. Todo mundo sonha em ter um dia um  Rolex na vida fútil que vivemos. Para sair daquela mesmice que todos tem, duas dicas do que existe de mais chic em matéria de Rolex.

O Rolex Oyster Perpetual Yacht-Master 40.

Este recém-chegado adota um olhar mais alegre do que os outros modelos da gama e graças à pulseira preta em harmonia com a moldura preta fosca sobresaindo da caixa de ouro e criando um equilíbrio estético que quebra a imagem de ultra-tradicional da marca. Equipado com corda automática e cronómetro, conta com 48 horas de reserva de energia e prova d’agua até 100m de profundidade (você não precisa ir mais fundo que issso) Disponível em 37 ou 40 mm de diâmetro, com mostrador preto e ponteiros que azulados na escuridao permetem de ver a que horas termina aquele filme chato no escuro. A pulseira que “parece” ser de borracha mas nao é! Um novo tipo de bracelete: um sistema de lâminas flexíveis de metal moldado de um elastómero de alto desempenho! O que significa que é muito mais robusto e resistente aos efeitos do tempo como os seus homólogos de borracha que soltam as tiras e tem cheiro!

Já o Rolex, Oyster Perpetual Day-Date é uma instituição. Lançado em 1956, este relógio foi o primeiro a indicar a data e o dia no mostrador. Ele vem agora em versões ouro amarelo, ouro branco, 18 quilates Everose (uma liga de ouro rosa) e platina. Como todos os símbolos ícones de sucesso e poder, este relógio evolui com os tempos. É por isso que esta maravilha de elegância atemporal de proporções clássicas (36mm) é proposto hoje com pulseiras em couro de jacaré coordenadas com o acabamento do mostrador em seis cores: cereja, chocolate, azul, verde, preto e conhaque. Perfeito para epressar classe e personalidade. Não deixe de visitar meu site de serviços e consultoria de estilo para o que precisar:www.lizparis.com

Read More

marche-saint-germain-2marche-saint-germain

Entre 1813 e 1817 após um incêndio, foi construído o novo mercado Saint-Germain que fica no centro no bairro homônimo. Tudo foi feito para que fosse um mini-shopping e atrair os consumidores do bairro, seja para o seu mercado de produtos frescos ou para as boutiques que o circundam. Não tinha jeito, passou a vida sem pegar! Agora é uma outra história e o local voltou com tudo! Todo renovado com sua fachada em estilo toscano composta de 112 arcadas e classificado monumento nacional e as excelentes lojas que acabaram de completar o centro. Uma Apple Store enorme, Nespresso super chic, uma gigante Uniqlo de moda e um Food Hall novinho em folha do Marks & Spencer que deixa a gente pensando que esta no coração de Londres, sem esquecer o top açougue de Hugo Desnoyer. Vale passar um momento e aproveitar para almoçar no Comptoir du Relais ou no Yves Camdeborde.

Marché Saint-Germain
4-6 rue Lobineau Paris 75006

Read More

karlboxkarlbox-2

O Natal chegando, aquela falta de idéia do que oferecer e stress. Divido algumas sugestões de presentes unisex que vi por Paris e adorei. Adoraria ganhar um deles e também oferecer. O máximo é a super caixa de lápis de cor criada por Karl Lagerfeld com a Faber-Castell: a Karlbox! Dividida em 5 gavetas que incluem 350 instrumentos de desenho: marcadores, lápis de cor/aquarela, pastéis, canetas e objetos. É um presente valioso e luxuoso para quem quiser oferecer algo especial com uma edição limitada numerada. Para artistas, arquitetos ou a criança que existe em alguém que voce ame. Conte 2500 €uros. No Bom Marché e nas lojas de Karl Lagerfeld.

bose-soundlink

Outra caixa e opçao simpática e que sempre agrada é o Soundlink Mini da Bose. Excelente qualidade, essa caixa de som funciona em wi-fi conectando com sua lista de músicas de computadores ou telefones. Pequena, portátil e o som é ótimo e fácil para viagens. Por volta de 200 €uros

louis-vuitton-pendulette-escale-time-zome-coverl

Um objeto que achei estéticamente bonito é o pendulo da coleção Escale Time Zone da Louis Vuitton com padrões geométricos e coloridos. Uma esfera com diâmetro de 65 milímetros, de aço inoxidável com movimento a quartzo. Ela permete instantâneamente de visualizar 24 fusos horários mundiais ajustando o tempo de referência com a cidade desejada. Preço: 950 €uros

Na verdade não precisamos de nada disto para sermos felizes no Natal, mas diverte. Estar em paz consigo e festejar com a famíia e amigos queridos com saúde é o melhor presente para todos. É isso o que desejo para vocês como um Feliz Natal.

Read More

givenchy-2givenchy-1diordoudoune-redphillip-pleinpantalon-ski-homme-fusalppantalon-ski-laine-fusalppull-fursacdefursacpull-over-neigecapture-decran-2016-12-12-a-00-40-38pullover_ski_tommy_hilfigerparaboot-blue-grainparabootinferno-hero-oakleyzai-monclerboheme

Passo a metade do meu ano nas montanhas e na neve, não sou um grande esquiador mas até pareço ser, ao menos nas minhas escolhas de armário. Esquiar com roupas coloridas, só se for dia de carnaval. Evite as multicoloridas, a menos que seja um péssimo esquiador e assim pode ser encontrado ladeira abaixo com mais facilidade, em caso de tombo. Para combinações de esqui, aposte nas monocromáticas ou, no máximo, 2 cores. Preto e cinza funcionam sempre e deixam elegante até quando se cai. O branco com o bege também é chic, mas evite cair onde a neve esta suja. Por outro lado para continuar elegante fora das pistas, vale ousar cores com cuidado.

Uma bela bota de montanha dá um look ótimo, segurança e conforto. Se você gosta do Moonboot entāo nem podemos ser amigos. Fantasia moderada no blusāo para nāo cansar nem você nem aos outros.

Fiz uma seleção para quem vai esquiar esse inverno com uma sugestão do que funciona. Cabe ao leitor encontrar o que mais vai com a sua personalidade e guardar uma postura chic & cool.

A bota de montanha azul da Paraboot é a mais bonita desse ano, mas se você só vai investir num par, opte pela caramelo que é um coringa para qualquer situação.

Para as calças de esqui, adoro os tipo fuseau mais do que as largas do tipo “saco de lixo”! Fusalp tem as mais técnicas e elegantes. Cinzas, de lã, ou pretas; mais high-tech e combinam com qualquer cor. Os blusões, que podem ser usados na pista e nos after-ski, devem ser elegantes tanto na montanha como no village. Branco e preto da Givenchy, Amarelo ouro da Moncler, laranja da Dior, e com capuchos em peles removíveis que funcionam em qualquer ambiente.

Considerando aspectos técnicos, seja discreto nos capacetes também, e aqueles com filmadora em cima… já eram. O item mais legal desse ano é uma máscara de esqui térmica da Oakley que não embaça. Fim do sopro na lente e detergentes de cozinha para manter a visibilidade. Ela mantém igualmente uma temperatura constante, que permite ver a montanha e a pista sem névoas indesejáveis. Para as malhas com motivos de flocos de neve, vale tudo, e aí pode usar com todas as cores do arco iris!

Se quiser investir num par de esquis, opte pelos de carbono: a marca Zai desenvolveu um bárbaro com a Moncler e são leves e rápidos, ou nos lindos de madeira que voltam à moda atendendo às necessidades tecnológicas de nossos dias, como da marca super francesa Boheme.

Só resta agora escolher a estação de esqui! Boas Pistas

 

Read More
Página 1 de 66123