FacebookPrintFriendlyCompartilhe

Rachel restaurant paris

rachel cupcake

Se você vai a um restaurante bom em Paris que te propõem um cheese cake nas sobremesas, grandes são as chances que seja um da Rachel’s. E, se não for, é porque voce não esta tendo o melhor de Paris !

Somente resta uma opção para os gourmands: ir até o seu restaurante para experimentar essa delicia totalmente artesanal. Mas, também terão opções de outros cakes ótimos … E para o prato principal saladas, bagels, burgers …

 

Rachel cupcake paris

Rachel’s
25, rue du Pont aux Choux 75003 Paris

Para encontrar todos os doces que gostamos confira nossa pagina do Facebook onde cada doce tem o seu lugar:

 

Tags:, ,

Este hotel 5 estrelas já estava em Paris com flat service, mas agora abriu o hotel propriamente dito, no coração do 8ème, não longe dos Champs-Elysées e da St Honoré. Absolutamente luxuoso. Imagens falam mais do que palavras:

La-Reserve-Paris-Entree-I1

La reserve Gabriel

La Reserve living  La-Reserve-Paris-Room-I1

chambre la Reserve

A decoração foi feita pelo Jacques Garcia e o chef Jerome Banctel (ex do Lucas Carton, na época de Sanderens) comanda o restaurante Le Gabriel. O Le Bar deve se transformar em ponto desse quarteirão que tem como vizinhos o Matignon, o Le Mathis, entre outros. O magnífico SPA foi feito no sub-solo .

spa la reserve

La Réserve*****
42, avenue Gabriel 75008 Paris
www.lareserve-paris.com

Tags:,

hotel de ville Hotel-de-Ville-1

O Hotel de Ville é, sem dúvida, um dos monumentos mais famosos de Paris. Nas suas pedras centenarias estão toda a história de Paris. Agora saiu um livro da autora Sandra Rude com fotos de Francis Hammond contando parte dos segredos deste edifício.

Sua longa e confusa história, desde a sua construção na Renascença, na Place de Grève (de onde o nome greve nasceu com as reuniões de trabalhadores reivindicando direitos); as reformas sucessivas ao longo dos séculos e o fogo que irá destrui-lo inteiramente…tá tudo lá!

Sua reconstrução idêntica, como um símbolo da terceira República emergente, as pinturas, tapeçarias, esculturas, vitrais que compõem o sumptuoso interior do Palácio refletem uma sociedade, uma época. O livro traça a história de uma cidade e de um país.

Vale a indicação para os apaixonados por Paris que queiram saber mais do que hoje é a prefeitura da nossa capital.

L’Hôtel de Ville de Paris – Sandra Rude e Francis Hammond

Tags:,

fond_saison2015_2_1

Este grande projeto da Philarmonie de Paris foi feito pelo arquiteto Jean Nouvel, ao lado da Cité de la Musique no Parc de la Vilette.. Este espaço acolherá permanentemente a Orchestre de Paris e o Ensemble Intercontemporain, além de se associar com a Orchestre de chambre de Paris,  a Orchestre national d’Île-de-France e Les Arts Florissants (musica barroca). Como já era feito na mítica Sala Pleyel apresentará várias orquestras mundiais de renome. Resta saber qual será o destino da Pleyel, pois até agora era o ponto principal de musica classica na França.

O Gala de abertura foi ontem com a  Orchestre de ParisChoeur de l’Orchestre de Paris dirigidos por Paavo Järv. Para descobrir o programa deste ano, confira no seguinte link:

www.philharmoniedeparis.fr/fr/saison-2015

Com certeza, todos os “melómanos” virão especificamente para Paris para descobrir este novo espaço e sua acústica, sem falar da qualidade do programa !

Assim, com dois projetos arquitetônicos importantes que foram recém abertos, a Fondation Louis Vuitton e esta sala excepcional, são duas razões suplementares para vir em Paris em 2015 !

 

interieur_salle_2_c_philharmonie_de_paris_arte_factory

 

Tags:,

manifestation-charlie-hebdomanifestation-charlie-hebdo 2manifestation-charlie-hebdo-3Charlie manifMahmoud Abbasmanif chefs

 

Paris hoje é a capital do mundo. Nunca em 25 anos de vida aqui vi tal unidade e fraternidade. Os horríveis ataques terroristas que a cidade e nos sofremos esta semana revelaram nos franceses, portanto fechados, uma coesão e emoção muito tocantes. O mundo esta aqui, de Mahmoud Abbas a Angela Merkel, todos manifestando em nome da paz.

Hoje somos todos Charlie, somos todos judeus, mulsumanos, jornalistas. A manifestação pelos 17 mortos é também a manifestação dos 66 milhões de feridos e tristes mas confiantes num mundo melhor! Vive la France

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags:, , , ,

Older Posts »